sábado, 20 de fevereiro de 2010

Tão antiga, tão moderna...






Colonia del Sacramento é uma cidade uruguaia que tem potencial para atrair muitos tipos diferentes de gostos. Amantes de roseiras, de arquitetura, de sorvete artesanal, de parrilladas, de história - ou simplesmente amantes, em busca de um lugar romântico, único, especial ... para todos esses, e outros ainda, Colonia é uma ótima opção de passeio. Fundada no século XVII e colonizada sucessivamente por portugueses e por espanhóis, a charmosa vila, declarada Patrimônio Histórico da Humanidade desde 1995, possui acesso fácil tanto para quem está em Montevidéu (150 km de distância) como para quem está em Buenos Aires: no caso da capital argentina, muitas são as agências de turismo que oferecem um day tour para Colonia. O passeio é feito com um Buque, barco grande, de quatro andares, que cruza o Rio de la Plata e chega ao outro lado levando apenas 50 minutos, para os que pagaram as passagens mais caras, e cerca de 3 horas, para aqueles que resolveram economizar algum dinheiro. Eu, como boa mão de vaca, posso dizer que as 3 horas são muito agradáveis: com sanduíche, água e uma sobremesa de cortesia, poltronas confortáveis, show e aula de tango - tudo isso sem falar da paisagem - a viagem fluvial, com o perdão do trocadilho, passa voando.
As ruas e as casas, projetadas ora por potugueses, ora por espanhóis, propiciam uma mescla cultural muito interessante. Mas curioso mesmo é ver, em meio a esse clima de século(s) passado(s), os dias de hoje entrando em ação. Em Colonia (como em todo o resto do Uruguai, diga-se de passagem) a prostituição é profissão legalizada, desde que realizada em locais discretos e fechados, e a dona moça que, apresentando-se para exames semanais de saúde, completar 25 anos de labuta, tem direito à aposentadoria como qualquer outro trabalhador d(ess)a (nossa) vida.

4 comentários:

Rodrigo Torrealba Montaldo disse...

Muito bonita a cidade. O cara do tour (sim, nós fizemos um tour de ônibus...) era muito simpático também.

Diego disse...

Lindas as suas fotos, Li.

Você deixa o lugar tão interessante, dá até vontade de conhecer.

Diego disse...

Depois de dar duro a vida toda, nada mais justo do que a dona moça poder gozar de sua aposentadoria, não?

Nóis Mémo disse...

Hola Li!!! Acabo de descubrir que tu tienes un blog!!termine ahora mismo de leer las entradas y sao muy bonita y divertidas me he quedado con ganas de leer un poco mas y de mandarte un buen par de zapatilas de deporte, pobrecitos de tus pies con esas "Sandalias", solo a ti se te ocurre subir el Maipo asi jejejeje.... Bueno cuñadita me alegro de saber de tus aventurillas por el mundo un besito grande y cuidate mucho....